quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Aos Que Não Passaram

Akeno Ilustrações



Janeiro é mais do que simplesmente o mês que traz o “ano novo” e a continuação das férias, janeiro é também o mês mais esperado pelos vestibulandos. E hoje estou escrevendo esse post porque antes de falarmos da esperada aprovação é preciso também falar da inesperada reprovação. Um momento delicado pelo qual, como inúmeros outros vestibulandos estão passando agora, eu  também passei.
Obviamente a sensação não é boa, é tanta expectativa e esperança em cima de algumas letrinhas que formam (ou não)  nosso nome na lista de aprovados que quando elas simplesmente não estão lá a ficha demora pra cair.
E como superar a decepção familiar, mas principalmente a pessoal? Já aviso, fácil não é, mas é possível e é preciso superar. É preciso pegar essa decepção e convertê-la em força, força para evitar os mesmos erros na hora de estudar, força para estudar e tentar ao máximo compreender aquela matéria que você não entende, força para não se deixar levar pela pressão e o mais importante: Força para voltar a acreditar em si mesmo outra vez e não desistir!
Ter que esperar mais um ano é complicado, vai parecer clichê, mas são mais 365 dias de novas chances e para te provar que não é clichê, te digo que são mais 365 dias para você realmente repensar o curso que você havia escolhido, ou seja,  são 365 chances de você pensar seu futuro como um todo!
Quando passei por isso, olhei para mim mesma e vi de cara todas as coisas que havia feito de errado durante meus estudos  e sabia de cor cada um deles, mas ao mesmo tempo, sabia tudo o que  havia feito de certo e foram esses acertos que não me deixaram desistir.
Quando não passamos, pensamos que o mundo está nos julgando e que ninguém está sequer se importando com a sua perda, mas pode ter certeza tem mais gente do seu lado do que você imagina e que essas pessoas jamais saíram do seu lado nem mesmo na sua derrota.
Lembre-se dos seus amigos, familiares, da sua religião (se você tiver) e pessoas queridas como aqueles professores que  sempre estão nos empurrando para frente. Pegue os livros e não desista porque o mais importante não é ter passado e sim ter tentado e só por você ter feito  isso já é motivo de muito orgulho.

Dois dos meus antigos professores de cursinho deixaram recados para vocês:

"A vitalidade é demonstrada não apenas pela persistência, mas pela capacidade de começar de novo."- F. Scott Fitzgerald
Sté Quilles- Redação
video


Nenhum comentário:

Postar um comentário